Quais são os principais tipos de ativos para se investir?

Oi amigos, me desculpem pela falta de novos posts no blog. Estou trabalhando muito pra atingir meus objetivos.

Em posts anteriores falei sobre a importância de investir em ativos que geram renda para que possamos alcançar a independência financeira. E a definição de ativo segundo o livro Pai Rico, Pai Pobre de Robert Kiyosaki é aquilo que coloca dinheiro em seu bolso.

No mesmo livro, Robert cita resumidamente alguns tipos de ativos:

1 Negócios que são administrados por outras pessoas.

2 Ações

3 Títulos

4 Fundos de investimentos

5 Imóveis geradores de renda

6 Promissórias

7 Royalties

8 Tudo o que tenha valor, gere renda, se valorize e tenha um mercado líquido Continue lendo »

Anúncios

10 milhões de dólares por dia

Foi quanto o investidor John Paulson ganhou em 2007, quando colheu os frutos da mais genial aposta da história

Retirado do portal exame: http://portalexame.abril.com.br/

Nos últimos anos, o mercado financeiro americano não foi exatamente o melhor lugar para forjar uma reputação sólida. Desde 2007, quando o mercado começou a virar para baixo, algumas das mais ilustres carreiras de Wall Street foram dizimadas. O maior erro cometido por esse pessoal foi imaginar que a farra do mercado imobiliário americano duraria para todo o sempre — nessa brincadeira, além dos empregos perdidos, 30 trilhões de dólares evaporaram. Pois, em meio à maior crise financeira dos últimos 70 anos, um desconhecido investidor ganhou fama de midas das finanças. Foi quando John Paulson, até então um joão-ninguém no bilionário mundo dos hedge funds americanos, fez a mais bem-sucedida aposta da história. Ele ganhou 4 bilhões de dólares em 2007 justamente ao apostar que o mercado imobiliário entraria em crise. Note bem: seu fundo, Paulson & Co., deu retorno de 15 bilhões de dólares a seus investidores. Os 4 bilhões citados foram parar direto no bolso do chefão do fundo. A história da jogada que rendeu a Paulson 10 milhões de dólares por dia é o tema do livro The Greatest Trade Ever (“O maior negócio da história”, em tradução livre, ainda sem previsão de lançamento no Brasil), escrito pelo americano Gregory Zuckerman, jornalista do Wall Street Journal. Continue lendo »

O que é um investimento arriscado?

Oi amigos, tudo bem?

Um assunto muito importante para o investidor é o risco. É muito importante que o investidor entenda muito bem esse conceito para tomar as melhores decisões para investir e assim equilibrar a rentabilidade e o risco.

Tradicionalmente o conceito de risco é relacionado à possibilidade de perda de dinheiro nos investimentos. Considera-se que o investimento seguro é aquele que tem pouca possibilidade de perda de capital, como por exemplo caderneta de poupança ou fundos de renda fixa.

Investimentos arriscado são considerados aqueles em que há uma maior probabilidade de perdas do dinheiro investido. Por exemplo: ações, opções, fundos multimercado, moeda estrangeira, ouro, entre outros. Alguma pessoas consideram que investir em imóveis é uma alternativa bastante segura, pois os imóveis geralmente se valorizam ao longo do tempo além de poder gerar renda proveniente de aluguéis, mas eles podem causar grandes prejuízos também, por isso, classifico-os como arriscados.

Esse tipo de classificação é adequado para a maioria das pessoas já que elas tem pouca educação financeira. A maior parte das pessoas não conhece muito sobre investimentos e deveria evitar aplicar grande parte de seus recursos em ativos de risco.

Mas para aqueles que tem um maior conhecimento financeiro eu proponho um tipo diferente de classificação. Pra mim, o risco do investimento é inversamente proporcional ao seu grau de conhecimento sobre aquele tipo de investimento. Minha definição de investimento arriscado para o investidor com inteligencia financeira é a seguinte:

Investimento arriscado é aquele que você não conhece, é aplicar dinheiro naquilo que você não sabe investir. Por exemplo: Se você é um especialista em imóveis residenciais, devido ao seu conhecimento na área, os riscos de você ter alguma perda são menores, já que você sabe como escolher um bom imóvel. Então o investimento em imóveis passa a ser um investimento de baixo risco. Agora, se você tentar investir em outro tipo de ativo, ou mesmo em um tipo de imóvel que você não conhece, como por exemplo os imóveis comerciais, isso passa a ser uma operação mais arriscada, já que você não sabe bem o que está fazendo. Continue lendo »